Nativa, Caminhões e Ônibus
21/12/2017

MAN Latin America recebe prêmio pelo Programa Na Mão Certa

 

MAN Latin America recebe prêmio pelo Programa Na Mão Certa

Décima primeira edição do Encontro Anual do Programa Na Mão Certa homenageia a MAN Latin America por lutar pelo fim da violência sexual nas rodovias brasileiras

Como forma de reconhecer empresas que contribuíram para o Programa Na Mão Certa durante o ano, a Childhood Brasil homenageou a MAN Latin America com o prêmio de “Reconhecimento Anual do Programa na Mão Certa 2017”, pelo trabalho realizado para acabar com a exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras.

O encontro ocorreu no Teatro SESI, no prédio da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), em São Paulo, com o tema “Somos todos agentes de proteção”, e reuniu mais de 300 representantes de governo, sociedade civil, empresas multinacionais, entidades empresariais, concessionárias de rodovias, gerenciadoras de risco, distribuidoras de combustíveis e transportadoras de todo o Brasil.

“Crianças e adolescentes são o foco de muitas das nossas campanhas, projetos sociais e parcerias. Vamos continuar unindo forças para que todos se envolvam e contribuam com a erradicação da exploração sexual de crianças e adolescentes no Brasil”, explica Marco Saltini, diretor de Relações Governamentais e Institucionais da MAN.

A MAN Latin America estendeu em 2017 sua parceria com o Programa Na Mão Certa, uma iniciativa da Childhood Brasil, por meio do programa que reúne empresas por meio da adesão ao Pacto Empresarial.

A parceria da MAN Latin America com a Childhood Brasil é longa: a empresa é pioneira no olhar pela proteção de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras e apoiou a Childhood Brasil na primeira pesquisa realizada sobre o problema em 2005. A pesquisa “O Perfil do Caminhoneiro no Brasil” foi fundamental para entender o problema nas rodovias brasileiras e principal fonte de inspiração para a estratégica de enfrentamento intersetorial do Programa Na Mão Certa lançado em 2006.